MEC seleciona instituição para receber os estudantes de medicina da Gama Filho

A Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres) do Ministério da Educação divulgou nesta segunda-feira, 24, o resultado do edital de transferência assistida dos estudantes de medicina da Universidade Gama Filho (UGF). A instituição selecionada foi a Universidade Estácio de Sá (Unesa).

Conforme prevê o edital de transferência assistida, este é um resultado preliminar, que somente será confirmado após realização de visita in loco por uma comissão de avaliadores.

Da mesma forma que nos Editais 1 e 2, divulgados na sexta-feira, 21, as instituições concorrentes passaram por rigorosa análise de qualidade, regularidade e sustentabilidade financeira, cabendo destacar que a proposta vencedora assegura para todos os estudantes:

– capacidade instalada suficiente;
– campo de prática para o internato;
– proposta de aproveitamento de estudos adequada e satisfatória;
– garantia de manutenção dos valores das mensalidades;
– garantia integral das políticas de descontos;
– aproveitamento de 100% das bolsas próprias concedidas pela instituição descredenciada, além das bolsas do PROUNI e dos contratos do FIES.

Além da Universidade Estácio de Sá, a Comissão independente de especialistas, composta por nove professores avaliadores, também avaliou as propostas da Faculdade de Medicina de Campos e do Centro de Ensino Superior de Valença.

Assinatura – As três instituições que integram o Consórcio Rio Universitário – Universidade Estácio de Sá (UNESA), Universidade Veiga de Almeida (UVA) e Faculdade de Tecnologia SENAC RIO (FATEC) – assinaram, nesta segunda-feira, 24, em reunião na Seres, em Brasília, os seguintes termos:

– termo de vinculação integral aos termos das propostas apresentadas;
– não cobrança de taxas de adesão, pré-mensalidade ou qualquer outra taxa de transferência;
– garantia de recepção de estudantes beneficiários de programas federais de acesso ao ensino superior (Prouni e FIES), ou, alternativamente, garantir por meios próprios os descontos correspondentes às bolsas ou ao valor financiado aos estudantes;
– recepção integral de bolsas próprias institucionais praticadas pelas instituições descredenciadas;
– responsabilidade pelo acervo acadêmico.

Com a assinatura desses termos de responsabilidade, a SERES encaminhou para publicação na edição desta terça-feira, 25, do Diário Oficial da União  as portarias com os resultados finais dos Editais 1 e 2/2014.

Fonte: MEC

Relacionados