Governador Sérgio Cabral convoca forças políticas do estado em prol da Gama Filho e UniverCidade

Créditos (foto facebook Luiz Fernando Pezão)
Deputado Celso Jacob foi um dos participantes

O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral convocou uma reunião na última quinta-feira (16), na sede do Governo do Estado, com o vice-governador, Luiz Fernando Pezão; e o líder do PMDB na Câmara de Deputados, Eduardo Cunha; com o deputado federal Celso Jacob (PMDB – RJ), representante da Comissão de Educação na Câmara Federal; o presidente da Alerj, Paulo Melo; e o secretário estadual de Ciência e Tecnologia, Gustavo Tutuca. A reunião tratou do caso Gama Filho e da UniverCidade, ambas descredenciadas pelo MEC no início da semana. Todos estavam reunidos na busca das melhores soluções para o caso das duas instituições.

Em contato com o ministro da Educação, Aloízio Mercadante, na busca de soluções rápidas para o caso, o ministro garantiu para o governador Sérgio Cabral que a transferência assistida que será realizada pelo MEC será rápida afirmando que, antes do início do ano letivo, todos os alunos e professores estarão transferidos para outras instituições. Cabral afirmou que acompanharia o caso de perto e os deputados acompanharão em Brasília. O deputado Celso Jacob, da Comissão de Educação, tratará do assunto diretamente com o MEC.

– Assim, juntando forças com o governador Sérgio Cabral, esperamos conseguir que alunos e professores não sejam prejudicados nesta fase de transferência assistida. Eles não podem pagar pelo não cumprimento das obrigações do grupo Galileu. Felizmente este também é o pensamento do ministro Mercadante – afirmou o deputado Celso Jacob.

O MEC divulgará na próxima semana um edital público para convocar as universidades interessadas em receber os alunos da UGF e da UniverCidade. Durante a reunião  o ministro Aluízio Mercadante confirmou que os alunos dos cursos de Medicina terão vagas permanentes em suas novas instituições.

– Além do edital de transferência assistida, solicitamos ao ministro Mercadante que garantisse perenidade ao curso de Medicina. Afinal, temos carência de profissionais de saúde no Brasil. O ministro garantiu que serão vagas permanentes. Uma grande conquista para o Brasil e para o Rio de Janeiro – declarou Cabral em suas redes sociais.

O líder do PMDB na Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha e o deputado federal, Celso Jacob, foram convidados pelo secretário de Regulação e Supervisão da Educação Superior, Jorge Messias, para uma reunião na próxima terça-feira (21) para tratar do caso Gama Filho e UniverCidade.

 

Com informações do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Relacionados