Deputado Celso Jacob aponta soluções para a questão da maioridade penal

Com a discussão sobre a maioridade penal em pauta, o deputado Celso Jacob esteve reunido na última quinta-feira (17), com o Ministro da Secretaria de Direitos Humanos, Pepe Vargas, o Ministro da Secretária-Geral da Presidência da República, Miguel Rosseto, além da Ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República, Eleonora Menicucci de Oliveira, entre outros, para discutir sobre a violência contra jovens negros e pobres na Audiência Pública da CPI.
Para o deputado, a discussão acerca do tema tornou-se irracional, com os integrantes da casa levando mais em conta as próprias emoções do que uma solução objetiva para a questão. Celso Jacob acredita que a resposta está além da idade dos infratores.  “Eu acho que é preciso fazer ações importantes do governo, ações educacionais. Como nós vamos coibir isso, como vamos agir contra a economia do tráfico que é forte. Essas ações vão das respostas muito mais fortes que reduzir ou não”, explicou o deputado.
Para ele, programas sociais são a única segurança para que o jovem não volte à criminalidade e construa um caminho na sociedade. Além disso, Celso também lamentou que a discussão esteja em um nível banal, como ele mesmo definiu, para um problema muito mais profundo e antigo. “Não vai resolver problema nenhum nem ficando 16 nem 18, se a gente não inserir o problema real, que é atacar o tráfico nas favelas com poder econômico e com ações de governo realmente efetivas”, concluiu o deputado Celso Jacob.

Relacionados