Celso Jacob protesta contra fechamento da Universidade Gama Filho no Rio

celsojacob_ge_06“Não podemos admitir o fim de uma universidade tradicional do dia para a noite”, alertou o deputado Celso Jacob (PMDB-RJ), que apoia a luta para que a Universidade Gama Filho, no Rio de Janeiro, não encerre suas atividades.

O parlamentar lembrou que a instituição já fechou um campus. Estudantes, pais de alunos e professores estão ocupando a reitoria de maneira “ordeira e heroica, resistindo e buscando um ensino de qualidade neste País”, completou Jacob.

“Imagine fechar de repente uma entidade desse porte por má administração, por ter sido passada a outro grupo sem a devida anuência e fiscalização do MEC! Isso tudo está ocorrendo em função de não se ter uma normatização para que o ministério possa coibir essas compras sem controle, que deixam, como consequência, 30 ou 40 mil pessoas sem curso superior”, afirmou.

Médicos

Celso Jacob analisou ainda a MP 621/13, que instituiu o programa Mais Médicos, e disse que os problemas atuais na área de saúde dos municípios se devem a um excessivo grau de exigência para a abertura de vagas e de cursos de medicina no País.

“Vemo-nos diante da possível necessidade de profissionais estrangeiros atuarem em nossos municípios porque não estamos conseguindo fazer um ensino de qualidade dentro dos nossos próprios meios. A solução que querem dar com os médicos estrangeiros é uma solução de quem não cuidou dos preceitos que teria que cuidar”, criticou.

Relacionados